O paradoxo do coveiro

Era uma tarde ensolarada em março de 2020 quando saímos da redação da revista piauí animados com a ideia de escrever um artigo analisando a situação política do país  com base no nosso recém-terminado (e naquela época ainda não publicado) livro, The Volatility Curse. O texto giraria em torno do conceito de responsabilização – do quanto os eleitores conseguem distinguir “sorte” (choques externos) de “competência” (qualidade das políticas implementadas) quando avaliam seus governantes. Poucos dias depois, entretanto, antes mesmo de que começássemos a alinhavar as ideias, o mundo mudaria radicalmente, tornando impossível falar de política sem contemplar o novo cenário imposto pela pandemia da Covid-19. 

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

O texto publicado na edição de junho de 2020 ainda tratava de responsabilização, porém agora com o pano de fundo do “choque externo do século”. Nosso foco voltou-se para as ações adotadas pelo governo Bolsonaro em

Continue lendo na Revista Piauí.