Chega de mimimi e as armadilhas do jornalismo declaratório

Foto: Isac Nóbrega/PR

O jornalismo baseado apenas em declarações é recorrente na imprensa nacional, principalmente quanto observamos o jornalismo político dos grandes jornais brasileiros. Além de ser mais rápido, pois a checagem resume-se a presenciar a declaração da figura pública, esse tipo de notícia repercute facilmente. Bolsonaro parece ter entendido como funciona o jornalismo declaratório e procura utilizá-lo na manutenção de sua imagem pública, sem preocupar-se com o teor e o conteúdo das declarações noticiadas. A partir disso, pode-se problematizar: como o jornalismo se deixa utilizar para a amplificação de declarações absurdas de Bolsonaro? E o que fazer para não cair nessa armadilha?

Na semana em que os jornais noticiavam a queda de 4,1% no PIB brasileiro, o pior resultado desde 1996, e a compra da mansão de R$ 6 milhões pelo

Continue lendo no Observatório da Imprensa.