Quando Malafaia dedura deputados evangélicos

(Foto: Agência Brasil)

Foi de espanto minha reação ao abrir o youtube de domingo do conhecido pastor evangélico Silas Malafaia. Naquele seu estilo agressivo, popularesco e de dono absoluto da verdade, dedo em riste, ele criticava os deputados federais evangélicos culpados por terem votado pela manutenção na prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira.

Segundo ele, essa prisão é uma ilegalidade, um ato inconstitucional cometido pelo Supremo Tribunal Federal. E o voto de certos deputados evangélicos demonstrou falta de espírito de justiça, de amor e de misericórdia. Para meia-centena desses deputados, pouco havia adiantado um tweet que lhes enviara, nos seguintes termos despóticos:

“Alerta à Frente Parlamentar Evangélica! Deputado evangélico que votar em favor dessa aberração jurídica de manter um deputado preso por suas falas, vou denunciar aos evangélicos, para nunca mais ser

Continue lendo no Observatório da Imprensa.