Respostas a Benamê Kamu Almudras

Desde que o texto Parece revolução, mas é só neoliberalismo foi publicado na piauí_172, de janeiro de 2021, a revista tem recebido manifestações por escrito de diversos professores universitários contestando as ideias expressas pelo autor. Para estimular o debate, a piauí publica nos links abaixo as respostas ao texto.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

O artigo original defende que muitas das contestações de estudantes contra as práticas da universidade pública brasileira e seu corpo docente são fruto de uma atitude “neoliberal”, que entende a escola como “um supermercado ou um restaurante” e os professores como “serviçais privados”, cuja função é satisfazer os desejos do aluno-cliente. Para o autor, essa atitude resvala, inclusive, no autoritarismo, praticado por estudantes tanto à direita do espectro político como à esquerda.

Dada sua dimensão polêmica, o texto vem assinado pelo pseudônimo Benamê Kamu Almudras, que se identifica apenas como docente de

Continue lendo na Revista Piauí.