Produtos químicos tóxicos ameaçam a fertilidade humana, diz Shanna Swan

Shanna Swan é a pesquisadora responsável por um estudo de 2017 que mostrou uma dramática queda na contagem de esperma em países ocidentais ao longo da última metade do século passado. A metanálise de 185 estudos envolvendo 42.935 homens descobriu que a contagem total de espermatozoides caiu 59% entre 1973 e 2011. Swan, uma epidemiologista da reprodução, apontou para o papel que os produtos químicos presentes no ambiente possuem nessa tendência. Agora ela escreveu “Contagem Regressiva: como nosso mundo moderno está ameaçando a contagem de espermatozoides, alterando o desenvolvimento reprodutivo masculino e feminino e ameaçando o futuro da raça humana” (ainda sem edição brasileira). O livro vincula substâncias químicas industriais presentes em produtos de uso diário a uma ampla gama de mudanças nos últimos anos, incluindo o número crescente de bebês nascidos com pênis menores, taxas mais altas de disfunção erétil, declínio da fertilidade, e o comprometimento das diferenças sexuais em

Continue lendo no The Intercept.