Conheça a co-vereadora Carolina Iara, que sofreu atentado

Carolina Iara, co-vereadora do PSOL em São Paulo eleita em 2020 pela Bancada Feminista, sofreu um atentado a tiros na madrugada de 27 de janeiro de 2021. Em 26 de outubro do ano passado, o repórter Caê Vasconcelos fez um perfil dela no site Ponte Jornalismo.

Publicamos abaixo:

“A minha trajetória política começou com o meu nascimento”, conta Carolina Iara de Oliveira, 28 anos. Travesti, intersexo, servidora pública da saúde e ativista em direitos sociais e humanos, Carolina concorre a uma vaga na Câmara Municipal de São Paulo.

Ela pode ser a primeira travesti a ocupar uma cadeira na casa legislativa da cidade de São Paulo e a primeira intersexo a ocupar um vaga legislativa no Brasil. Carolina sabe como é essa sensação: é a única pessoa trans no programa de pós-graduação na UFABC (Universidade Federal do ABC), na Grande SP, onde cursa mestrado em Ciências Humanas e Sociais.

Foi em 31 de dezembro

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.