Bolsonaro nega racismo no Brasil: “Sou daltônico: todo têm a mesma cor”

Neste sábado, 21, o presidente Jair Bolsonaro negou a existência do racismo no Brasil e para justificar sua declaração afirmou ser “daltônico” e que “não existe uma cor de pele melhor do que as outras”.

– Não nos deixemos ser manipulados por grupos políticos. Como homem e como Presidente, sou daltônico: todos têm a mesma cor. Não existe uma cor de pele melhor do que as outras. Existem homens bons e homens maus. São nossas escolhas e valores que fazem a diferença.

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) November 21, 2020 Fonte: Reprodução / Twitter

As afirmações de Bolsonaro acontecem horas depois do assassinato brutal de João Alberto, 40, negro e que foi espancado até a morte por seguranças do Carrefour em Porto Alegre.

Em outro momento do post, o presidente afirma sem provas que existem “diversos interesses para que se criem tensões entre nosso próprio povo”.

O post


Continue lendo no O Cafezinho.