Antonio Neto: O atacado que nos une é bem maior do que o varejo que nos separa

Por Antônio Neto

É assim que pensamos a construção de uma verdadeira frente ampla contra os arroubos autoritários da direita, seja ela a fascista de Jair Bolsonaro, ou a neoliberal de BrunoDória.

Como a história nos mostra, foi nesses momentos de união do campo progressista que o nosso país conseguiu avançar rumo a um destino mais justo para todas e todos. De 1930 a 2020, passando pela consolidação da CLT, das indústrias de base, da redemocratização e da luta contra o golpe, caímos e levantamos juntos. Ao observador mais atento, não é difícil perceber que foi a partir de nossa unidade, nos momentos mais difíceis e também nos mais prósperos, que o fio da história nos colocou a consciência e a subjetividade elevada das lutas sociais na ordem do dia. Desses momentos, surgiram nossos direitos, nossas vozes como conquista.

Não seria diferente em 2020, um dos anos


Continue lendo no O Cafezinho.