Fim do auxílio e arrogância empurram Bolsonaro de volta à rejeição

O minguar progressivo do auxílio emergencial, a partir do final de setembro, o recrudescimento da inflação aos consumidores e a volta ao estilo “quem manda aqui sou eu” do presidente são, à primeira vista, os fatores centrais da erosão do oásis de popularidade que Jair Bolsonaro desfrutou a partir de abril/maio deste ano. Os números […]

O post Fim do auxílio e arrogância empurram Bolsonaro de volta à rejeição apareceu primeiro em TIJOLAÇO.

Continue lendo no Tijolaço.