Escola pública, lição em casa

Durante dois anos e meio, Anita de Moura Silva frequentou uma escola particular de referência em Novo Hamburgo, voltada para a educação profissional de ensino técnico integrado com o ensino médio. Mas a animação da estudante com o projeto de mecânica não resistiu à pandemia em pleno terceiro ano do ensino médio. Ela considerou as aulas na modalidade online desorganizadas e, com o Enem chegando, passou a se preocupar com seu desempenho no exame. “A gente imaginava que eles iam ter uma organização diferente, mas não. Foi bem decepcionante”, contou Eunice Vieira de Moura, enfermeira e mãe de Anita. Além disso, os interesses da aluna pelo curso foram se desfazendo. “Algumas matérias não tinham nada, então realmente não estava valendo a pena a gente seguir pagando uma escola. Ela não iria usufruir do curso técnico e também não estava tendo a matéria como deveria”, afirmou Eunice. Além disso, as despesas

Continue lendo na Revista Piauí.