Após tragédia com inimigo, Edir Macedo diz em reunião que diabo tem direito de ‘tirar a vida’ de pecador

Em reunião com pastores na última quinta-feira, Edir Macedo, líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, defendeu que o diabo “tem o direito de tirar a vida” de “quem vive no adultério e no pecado”. Macedo não citou nomes. Mas tudo indica que ele se referia a uma tragédia familiar envolvendo um antigo aliado, o ex-bispo da Universal Alfredo Paulo, hoje um de seus maiores inimigos. A mulher do ex-bispo, Teresa Paulo, de 53 anos, havia sido assassinada pelo próprio filho três dias antes, em Portugal.

“Hoje, ele está colhendo frutos. Eu não estou condenando ninguém. Ele está se condenando. O que você planta hoje, vai colher amanhã”, afirmou Macedo na reunião. Ex-responsável pela Universal em Portugal entre 2002 e 2009, o brasileiro Alfredo estava na igreja havia 31 anos e foi afastado em 2013 por ter traído a mulher – desde então, é um dos maiores críticos

Continue lendo no The Intercept.