Rio de Janeiro demitiu o triplo que Minas Gerais na pandemia

No estado do Rio de Janeiro, cerca de 615 mil pessoas perderam o emprego entre março e setembro deste ano, e apenas 442 mil foram contratadas. Isso significa que, durante o período da pandemia, quase 173 mil vagas de emprego formal foram fechadas no estado. Proporcionalmente, foram 996 postos de trabalho fechados por 100 mil habitantes. É a maior taxa dentre todos os estados. Minas Gerais perdeu 315 vagas de emprego por 100 mil habitantes – ou seja, os fluminenses perderam o triplo de empregos que os mineiros.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

O setor mais afetado no Rio, assim como no Brasil inteiro, foi o de serviços, que demitiu 108,1 mil funcionários desde março. Na sequência vêm o comércio, com 40,3 mil vagas fechadas, e as indústrias de transformação e extração, com 15,8 mil. 

Depois do Rio de Janeiro, o estado que proporcionalmente mais demitiu

Continue lendo na Revista Piauí.