Na pandemia, Brasil fechou 897 mil vagas de emprego

De março a setembro de 2020, o Brasil fechou 897 mil postos de emprego. Esse número é calculado pela diferença entre as 8,4 milhões de demissões e as 7,5 milhões de admissões que ocorreram ao longo desses sete meses. Os dados são do Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, órgão vinculado ao Ministério da Economia.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

A região Sudeste, que é a mais populosa, foi responsável por 64 de cada 100 demissões no país. Depois vêm as regiões Sul, com 22 a cada 100 demissões; Nordeste, com 11 a cada 100; e Centro-oeste, com 3 a cada 100 demissões. Na contramão da tendência nacional, a região Norte teve saldo positivo na geração de empregos: foram 17 mil novas vagas.

O fechamento dos postos de trabalho atingiu com mais força as mulheres. Das quase 900 mil vagas de emprego que deixaram

Continue lendo na Revista Piauí.

Compartilhe
Artigo anteriorMedicina sem partido
Próximo artigoO fim da subordinação