O PL das Fake News e a internet que queremos

Qual a internet que queremos hoje e daqui a dez ou vinte anos? Certamente, a maioria de  nós deseja uma internet que mantenha não só o espírito que levou à sua criação como os impactos positivos que ela teve na vida de quem pode acessá-la. Uma internet livre e aberta, que permita a troca de ideias, produtos e serviços, que facilite o acesso à informação, que possibilite às pessoas serem ouvidas na esfera pública e que nos ajude a resolver problemas mais fácil e rapidamente. 

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Todo avanço tecnológico nos coloca diante de oportunidades e desafios. Em 2006, quando o Twitter foi criado, tudo o que se podia fazer na plataforma era digitar 140 caracteres. Alguns anos depois, tornou-se possível tuitar vídeos e fotos ou realizar transmissões ao vivo. Quão relevante é conseguir ver, em tempo real, imagens do que está acontecendo

Continue lendo na Revista Piauí.