A guinada bolsonarista da deputada do trânsito

Em 22 de setembro, mesmo antes de a sessão da Câmara dos Deputados começar, Christiane Yared (PL-PR) já sabia que o Novo Código de Trânsito receberia o aval da maioria de seus colegas. Proposta pelo governo federal, a legislação recém-aprovada no Congresso estendeu de vinte para quarenta o número de pontos que leva um condutor a perder temporariamente a carteira de habilitação. Especialistas no assunto, além da própria Yared, consideram o afrouxamento muito drástico. Não à toa, o projeto de lei ganhou o apelido de “PL da Morte”. 

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

A parlamentar foi eleita em 2014 e reeleita em 2018 justamente por defender o endurecimento da legislação de trânsito, pauta que abraçou a partir de uma tragédia pessoal: ela perdeu um de seus três filhos há onze anos, num acidente de carro em Curitiba. Agora, porém, a deputada integra a base do presidente

Continue lendo na Revista Piauí.