49032 – Defensoria Pública da Bolívia exorta policiais e militares a acatarem urnas e Constituição

Leonardo Wexell Severo:
A defensora Nádia Cruz assegura que Áñez, seu gabinete e os comandantes que ordenaram matar, pagarão por ”crimes de lesa-humanidade”. A advogada conclama a todos que tenham suas ações guiadas pela lei e o respeito aos direitos humanos neste domingo de eleições

Continue lendo no Carta Maior.