A razão nos salvará?

(Foto: A Terra É Plana/Netflix)

Sente-se uma mistura de simpatia e indignação ao assistir ao documentário A Terra é Plana, (EUA, 2018), que apresenta o curioso movimento que defende a hipótese do terraplanismo. No caso da simpatia, o diretor Daniel J. Clark nos aproxima a tal ponto de Mark Sargent, um dos líderes americanos do movimento, que passamos a ter uma visão positiva desse protagonista. Sua crença é sincera, seus esforços para questionar e levantar hipóteses é digno de consideração e nota-se o quanto aquilo é importante para ele e seus companheiros. Por outro lado, a indignação aparece quando lembramos que o movimento se baseia num erro científico fundamental, já provado pela melhor referência científica disponível através das mais variadas evidências. As objeções apontadas pelos defensores do movimento

Continue lendo no Observatório da Imprensa.