O exercício da mídia construtiva no espaço escolar

(Foto: Jefferson Peixoto/Secom/Fotos Públicas)

No primeiro semestre do ano passado – 2019, desafiei um grupo de alunos da EJA – Educação de Jovens e Adultos do Centro Municipal dos Trabalhadores – CMET Paulo Freire de Porto Alegre, a descartar a leitura superficial dos jornais, revistas, panfletos e passarem a ouvir de maneira crítica os noticiários do rádio e da televisão e duvidassem das informações publicadas e compartilhadas nas plataformas digitais.

Durante os meses de prática e do estágio docente do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, construímos e formulamos questionários, de forma conjunta, de maneira a aguçar a curiosidade para que ela transpusesse a informação, para que fosse além da notícia. Isso para que não fossemos pegos de surpresa com a publicação de

Continue lendo no Observatório da Imprensa.