Morte de juíza muda o jogo eleitoral americano

A morte da juíza Ruth Bader Ginsburg, na última sexta-feira, promete agitar a campanha eleitoral americana. O presidente Donald Trump afirmou que pretende indicar o nome para substituí-la ainda esta semana, possivelmente uma mulher conservadora. E o senador Mitch McConnell, líder da maioria na Casa, quer começar a sabatina imediatamente e confirmar a substituição ainda este ano. No último ano da presidência de Barack Obama, porém, quando o juiz Antonin Scalia morreu ainda em fevereiro, McConnell…


Continue lendo no Canal Meio.