Associação de correspondentes em Genebra denuncia Serviço de Informação da ONU

(Foto: Tiberio Barchielli/Palazzo Chigi)

A associação dos jornalistas correspondentes da imprensa internacional na ONU, em Genebra, se mobiliza e pretende encontrar o secretário-geral António Guterres para denunciar o que considera violação, por parte do Serviço de Informação da ONU, do artigo 19 da Declaração dos Direitos Humanos.

Criada em julho de 1928, junto à antiga Sociedade das Nações em Genebra, a APES — Associação da Imprensa Estrangeira na Suíça — , é uma das mais antigas associações de jornalistas profissionais na Suíça. Com 92 anos de existência, sua sede inicial era no hotel Bellevue de Berna, mas acabou transferindo sua sede para o prédio do Palácio das Nações.

Até quando não se sabe, pois Alessandra Vellucci, a diretora italiana do Serviço de Informação, UNIS desde 1 de junho de 2016, já indagou

Continue lendo no Observatório da Imprensa.