Weintraub é condenado a pagar R$ 50 mil por falar que universidades têm “plantações de maconha”

Abraham Weintraub (reprodução)

Publicado originalmente no ConJur:

A União foi condenada a pagar R$ 50 mil de indenização à sociedade por causa de uma fala do então ministro da Educação, Abraham Weintraub.

O dinheiro irá ao ao fundo de defesa de interesses difusos.

Weintraub afirmou, em entrevista a um jornal em novembro do ano passado, que as universidades têm plantações de maconha e que seus laboratórios de química desenvolveriam drogas sintéticas.

No mês seguinte o então ministro ratificou as afirmações à comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Por causa disso, a União Nacional dos Estudantes (UNE) propôs uma ação civil pública, que resultou na decisão da juíza Sílvia Figueiredo Marques, da 26ª Vara Cível Federal do estado de São Paulo.

Ao estipular o valor da indenização, a magistrada entendeu que houve dano moral à coletividade dos estudantes. Com informações do site G1.

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.