Brasil segue sem ministros da Saúde e da Educação

Na sexta-feira, parecia já tudo acordado. Mas, no domingo, o secretário da Educação do Paraná, Renato Feder, publicou em seu Facebook uma nota curta agradecendo ao convite para assumir o MEC — e o recusando. (Leia.) Nos dois dias anteriores, foi duramente atacado pela militância bolsolalivsta online. Concluiu que o desgaste não valia o cargo. (Poder360)

O Brasil está há 15 dias sem ministro da Educação. E, na mais grave crise sanitária em um século, há 51 dias sem ministro da…


Continue lendo no Canal Meio.