Volta às pressas de futebol no Rio ignora jogadores infectados e projeta retorno de parte do público em 10 dias

Primeiro torneio profissional a retomar jogos em meio à pandemia de covid-19 na América do Sul, o Campeonato Carioca mantém o curso de sua própria normalidade ainda que as condições ao redor teimem em alertar que não há nada normal na volta precoce do futebol. Neste domingo, a competição promoveu mais quatro partidas, com portões fechados, sob protestos de dois de seus principais clubes, questionamentos ao protocolo de saúde batizado de “Jogo Seguro” e três jogadores cortados após testarem positivo para o novo coronavírus.

Seguir leyendo

Continue lendo no EL PAÍS Brasil.