Queiroz nega que tenha recebido informações vazadas sobre operação da PF

O ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro e amigo pessoal do presidente Jair Bolsonaro, Fabrício Queiroz, prestou depoimento à Polícia Federal nesta 2ª feira (29.jun.2020). Essa foi a 1ª vez em que ele confrontou pessoalmente 1 interrogatório desde que foi preso, no dia 18 deste mês.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

De acordo com apurações da TV Globo e do jornal O Estado de S. Paulo, Queiroz negou que tenha recebido informações antecipadas a respeito da operação Furna da Onça, deflagrada pela Polícia Federal em 2018. A versão contraria testemunho do empresário Paulo Marinho, ex-aliado dos Bolsonaros.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Marinho disse que Flávio Bolsonaro recebeu informações, pouco depois do 1º turno das eleições de 2018, de que a superintendência da PF no Rio de Janeiro faria operação que atingiria seu então assessor, Fabrício Queiroz. Aquela operação não o mirou diretamente, mas foi dela que surgiu


Continue lendo no Poder 360.