STF se aproxima de quem paga atos antidemocráticos

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, ordenou a quebra dos sigilos bancários de dez deputados e um senador, todos ligados ao presidente Jair Bolsonaro. Os pedidos fazem parte de uma nova investigação, aberta a pedidos do procurador-geral da República Augusto Aras, para identificar quem financia as manifestações antidemocráticas que pedem fechamento do Supremo, do Congresso e intervenção militar. Diferentemente do inquérito das fake news, este não envolve polêmica sobre sua legalidade….


Continue lendo no Canal Meio.