É inadmissível a ameaça golpista de Heleno ao Supremo

É inadmissível a ameaça ao Supremo Tribunal Federal feita em nota hoje pelo ministro do Gabinete da Segurança Institucional, o general da reserva Augusto Heleno. Heleno escreveu ser inaceitável a apreensão do telefone do presidente Jair Bolsonaro, ressaltando que a medida “poderia ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

Golpista, Heleno deveria explicar o que ele quer dizer com isso? Que consequências, ministro?

A nota de Heleno é pura desobediência à Justiça. Também é crime de responsabilidade, porque ele e o governo que representam ameaçam a democracia brasileira. Essa conversa de tutela militar não cabe num regime democrático, a não ser que queiram transformar o Brasil numa república de bananas.

O presidente Jair Bolsonaro e seu filho Carlos, que também pode ter o celular apreendido no âmbito de inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal, não estão acima da lei. O ministro do STF Celso de Mello pediu parecer do

Continue lendo no Blog do Kennedy.