Não existem militares no Governo, existem pessoas fardadas, o que é diferente. Por Gilberto Maringoni

Bolsonaro conversa com generais do Exército
Fernando Souza / AFP

Publicado originalmente no Facebook de Gilberto Maringoni

Por Gilberto Maringoni

Uma das grandes falácias dos últimos meses é que teríamos um governo militar ou militarizado no Brasil. Na verdade, temos um governo cheio de gente fardada ou fantasiada de verdeoliva.

Isso é facilmente perceptível diante do quadro emergencial em que vivemos. O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva bradou em coletiva-pastelão do presidente e sua tropa semana passada que enfrentamos uma “guerra”. O general não estava sendo original, mas repetia uma constatação feita pelo presidente Emmanuel Macron dias antes.

De fato, o avanço do coronavírus pode ser comparado a uma guerra. Trata-se de um vírus que ocupa territórios e assim deve ser mapeado. Ele se espalha entre a população quase com lógica de um exército inimigo. É possível verificar seu deslocamento terrestre e acompanhar sua movimentação a

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.