Coronavírus: pastor do gabinete de Trump culpa a ira de Deus pela pandemia – e ainda ofende China, homossexuais e ambientalistas

Ralph Drollinger, pastor que lidera um grupo semanal de estudos bíblicos do gabinete do presidente Donald Trump, divulgou uma nova interpretação da pandemia de coronavírus nesta semana, argumentando que a crise representa um ato do julgamento de Deus.

Drollinger argumenta, em dois posts de seu blog e em um guia de estudos bíblicos publicado nos últimos dias, que o coronavírus é uma manifestação da ira de Deus sobre as nações, mas não tão severa quanto as inundações descritas no Antigo Testamento ou a destruição de Sodoma e Gomorra.

“Em relação à crise da pandemia do coronavírus, essa não é a ira do abandono de Deus nem a sua ira cataclísmica, mas sim a ira da semeadura e colheita”, escreveu Drollinger. “Uma avaliação biblicamente astuta da situação sugere fortemente que os Estados Unidos e outros países do mundo estão colhendo o que a China semeou devido à imprudência de seus líderes

Continue lendo no The Intercept.