Coronavírus: ‘na zona norte do Rio, o discurso irresponsável de Bolsonaro pegou’

Vista da favela do Complexo do Chapadão, zona norte do Rio de Janeiro, em 25 de março. As favelas serão as regiões mais afetadas pelo coronavírus por causa da alta densidade populacional.

Foto: Luiz Souza/NurPhoto via Getty Images

As ruas do meu bairro, na Zona Norte do Rio, amanheceram diferentes ontem, dia seguinte ao do pronunciamento de Jair Bolsonaro. Aparentemente, o presidente conseguiu o que queria: com desinformação, manipulação e meia dúzia de clichês, ele colocou a população da periferia contra as medidas de contenção que são necessárias para frear a propagação do novo coronavírus.

Meus vizinhos são, em grande parte, trabalhadores informais. Está todo mundo muito preocupado com a falta de trabalho, de dinheiro e vendo o estoque de comida na despensa e na geladeira sumindo rapidamente.

Ontem eu saí de casa para

Continue lendo no The Intercept.