Cadê o líder?

Numa grave crise, liderança é o que mais importa. O presidente Jair Bolsonaro nunca foi nem será líder.

É isso o que mais está em falta no Brasil e nos Estados Unidos. Bolsonaro e o presidente Donald Trump são incapazes para as funções de responsabilidade que exercem. Qual é a saída? Brigar com todos os técnicos, com os cientistas e com o bom senso, apostando na estratégia de desinformação e manipulação da opinião pública que deu certo para chegar ao poder.

Acontece que tem uma pedra no meio do caminho. Uma crise de saúde pública é menos propensa a aceitar soluções diferentes do manual científico. Vidas estão em risco. A ciência oferece respostas e saídas mais confiáveis do que o instinto de demagogos autoritários.

Em Nova York, o governador Andrew Cuomo precisava de profissionais de saúde para a força-tarefa de combate ao covid-19. Mais de 40 mil se voluntariaram. E

Continue lendo no Blog do Kennedy.