Os especialistas diziam que Bernie Sanders não tinha chances. Em Iowa e New Hampshire, ele provou que estavam errados

Senador Bernie Sanders fala durante comício em Cedar Rapids, Iowa, no dia 1º de fevereiro.

Foto: John Locher/AP

Adeus, Joe Biden.

Bernie Sanders agora é o líder indiscutível da corrida para se tornar o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos.

Na semana passada, na convenção partidária de Iowa, Sanders venceu a votação popular por uma clara diferença tanto no primeiro quanto no segundo turno.

Na última segunda-feira, ele assumiu a liderança em uma pesquisa eleitoral nacional, conduzida pela Universidade Quinnipiac, pela primeira vez desde o início da campanha.

E, na terça, em New Hampshire, Bernie Sanders obteve uma vitória apertada sobre Pete Buttigieg, ex-prefeito de South Bend, Indiana. Joe Biden ficou em quinto lugar.

Quanta coisa muda em um ano. Quando lançou sua segunda campanha presidencial, em fevereiro de 2019, o senador independente

Continue lendo no The Intercept.

Compartilhe
Artigo anteriorCastello Branco mente?
Próximo artigoCasa da mãe…