Errei ao não fazer interlocução com presidentes de partidos, diz general Ramos

O ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, disse que errou ao não fazer articulação com os presidentes de partidos, inclusive os do centrão, e que reconsidera sua relação com o Congresso. As declarações foram feitas em entrevista publicada nesta 6ª feira (14.fev.2020) pelo jornal O Globo.

“Eu reconheço, e não tenho vergonha de falar, 1 dos erros foi que não tive interlocução com presidentes de partidos. E estou tendo 1 retorno, surpreendentemente, positivo dos presidentes de partidos com quem tenho conversado. Não há nenhum pedido deles, nenhuma imposição minha, apenas precisamos dialogar”, afirmou.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Ele disse que a mudança na relação com as legendas é importante para que 2020 seja 1 ano diferente de 2019. “Eu cheguei aqui era reforma da Previdência, não conseguia ver mais nada. Agora não. A minha esperança é ter 1 ano mais sereno, mais organizado, porque nós


Continue lendo no Poder 360.