Funcionário de agência contratada por políticos mente em CPMI

Hans River, ex-funcionário de uma agência que faz disparos em massa por WhatsApp, depôs ontem perante a CPMI das Fake News no Congresso — e surpreendeu. Ele havia sido convocado pelo deputado petista Rui Falcão, por conta de ter falado à jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha, a respeito das práticas desta indústria durante as eleições. River negou tudo o que havia dito e acusou a repórter. “Quando deixei claro que não fazia parte do meu interesse, a pessoa querer um determinado tipo de…


Continue lendo no Canal Meio.