MPF denuncia jornalista mesmo sem investigação

O Ministério Público Federal apresentou ontem denúncia contra sete pessoas no âmbito da Operação Spoofing, que investiga a invasão dos conteúdos de conversas por Telegram de inúmeras autoridades. Além dos seis diretamente envolvidos com o hack, o procurador Wellington Divino de Oliveira também denunciou o jornalista americano Glenn Greenwald, co-fundador do Intercept Brasil, site responsável pela publicação dos diálogos que compõem a Vaza Jato. Segundo o procurador, Greenwald teria…


Continue lendo no Canal Meio.