A campanha de Bernie Sanders pode mudar os rumos do Partido Democrata?

Em 2016, Shaun Navarro era um trabalhador portuário em Oxnard, na Califórnia. Ele se considerava um “liberal padrão” e acompanhava as primárias da campanha presidencial sem muito compromisso: apoiava Bernie Sanders, mas estava convencido de que Hillary Clinton também era uma candidata forte. Enquanto descarregava carros Kia e Hyundai dos navios, ele ouvia ex-funcionários do governo Obama no podcast “Keepin’ It 1600″, o antecessor do “Pod Save America”, que asseguravam que Clinton era barbada e Trump jamais seria eleito. “Eu pensava ‘Hillary também é ótima, temos dois ótimos candidatos’”, conta ele.

Ficava, no entanto, remoendo algumas coisas. A disparidade entre seu salário e os de seus colegas sindicalizados, no mesmo porto, tornava difícil suportar os custos de vida cada vez mais altos na Califórnia.

As proteções trabalhistas também eram piores: Navarro me contou que, certa tarde daquele mês de setembro, foi demitido sem aviso por estacionar

Continue lendo no The Intercept.