CGU erra ao apontar como beneficiária do Bolsa Família família com renda alta

A CGU (Controladoria-Geral da União) divulgou nota na 6ª feira (10.jan.2020) em que assume erro na apuração que apontava que uma família do Distrito Federal, com renda per capita de R$ 27.168,60 como beneficiária do Bolsa Família. Segundo o órgão, os supostos atendidos pelo programa teriam informado renda de R$ 66,00. A informação foi divulgada na 2ª feira (6.jan.2020).

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Segundo o órgão, houve falha no registro de CPF. A apuração da renda, então, não condiz com a do suposto beneficiário, “o que descaracterizaria a eventual inadequação de recebimento do benefício em questão”.

De acordo com a informação divulgada pela CGU em 6 de janeiro, outras 248 famílias de servidores públicos do Distrito Federal –que recebem o benefício– teriam renda maior do que a permitida pelo programa (R$ 499). O órgão disse na nota que também revisará outros casos para evitar que famílias deixem de


Continue lendo no Poder 360.