Khamenei quer ataque iraniano a alvo de alto nível dos EUA

É raríssimo que ocorra — mas nas horas seguintes à morte do general Qassim Suleimani, o Conselho Nacional de Segurança do Irã se reuniu e o líder Supremo, aiatolá Ali Khamenei, decidiu aparecer. Não costuma participar de reuniões executivas. E foi ele quem estabeleceu para os generais os parâmetros para retaliar os EUA. Khamenei exigiu um ataque que seja proporcional, que cause dano equivalente aos americanos. Deve, também, ser um ataque de clara autoria iraniana, ao invés da prática habitual…


Continue lendo no Canal Meio.