Moro vê culpas do STF, mas não enxerga o chefe

Dados coletados pelo Datafolha indicam que piorou a avaliação do governo Bolsonaro no quesito combate à corrupção. Em entrevista à Folha, Sergio Moro foi convidado a explicar o fenômeno. E ele atribuiu 100% da culpa ao Supremo Tribunal Federal. Na visão do ministro da Justiça, a avaliação piorou porque vários condenados foram libertados da cadeia depois que o Supremo revogou a regra que permitia a prisão na segunda instância. E as pessoas tendem a atribuir ao governo culpas que são do Supremo. Isso é verdade. Mas é sempre mais fácil escolher culpados do que assumir culpas.

Hoje, quando a corrupção domina a conversa numa rodinha, é impossível mudar de assunto. Pode-se, no máximo, mudar de suspeito. Nesse ambiente, o governo deveria lidar com os maus costumes com tolerância zero. E não é o que ocorre. Bolsonaro está cercado de suspeitos: o filho investigado, ministro denunciado no escândalo do laranjal,

Continue lendo no Blog do Josias.