“Doente de Brasil”: libelo de Eliane Brum põe o dedo na ferida do bolsonarismo

Faz já um bom tempo que a gaúcha Eliane Brum é a melhor repórter do Brasil, embora escreva no jornal espanhol El País, diretamente de Altamira, no sul do Pará, onde está morando, o que já é um sintoma do mal que ela descreve no artigo “Doente de Brasil”.

Só nesta quinta-feira, no mesmo dia em que recebi ameaças de um hacker no meu e-mail pessoal, eu encontrei este texto de Eliane no Facebook, um verdadeiro libelo contra o bolsonarismo em marcha, publicado no dia 2 de agosto.

De lá para cá, como todos sabemos, tudo só piorou.

Desconheço os motivos que levaram esta brava e brilhante repórter a viver em Altamira, mas não importa: de lá, do meio da selva amazônica, ela consegue enxergar melhor do que nós o que está acontecendo aqui desde janeiro, quando o país, a democracia e as nossas vidas começaram a ser destruídas pelo

Continue lendo no Balaio do Kotscho.