Mais de 550 mulheres foram vítimas de violência sexual dentro de universidades desde 2008

Um estudante de direito assediou sexualmente outra estudante na Universidade de Vila Velha, instituição particular no Espírito Santo. No campus. Dentro do banheiro feminino. Às 8h24 da manhã de 19 de setembro de 2019, uma quinta-feira qualquer.

A vítima, uma aluna de 22 anos, registrou boletim de ocorrência e procurou a coordenação do curso na faculdade. Segundo relatos, não foi a primeira vez que o agressor, um estudante de 45 anos, foi notado à espreita no banheiro, observando e tentando agarrar alunas. Denunciado desta vez, foi afastado temporariamente. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, o aluno está afastado das atividades acadêmicas, e o processo de sindicância segue em curso.

A impressão de déjà vu é inevitável: a notícia “aluna é assediada/agredida/estuprada na universidade” se tornou frequente. Segundo as diferentes denúncias, detalhes sórdidos variam de norte a sul: três estudantes doparam

Continue lendo no The Intercept.