Banda podre passa à frente na corrida anticorrupção

O Brasil assiste há seis anos uma corrida entre as oligarquias corruptas e o aparato repressor. A Lava Jato, por surpreendente e inusitada, largou na frente. Mas o esforço anticorrupção foi perdendo terreno.

Nesse instante, a banda podre assumiu a dianteira. E as ruas ainda não conseguiram esboçar uma reação à altura do retrocesso.

Num contexto assim, manifestações como as que ocorreram neste domingo são úteis, mas insuficientes para deter o retrocesso. (veja comentário abaixo)

Continue lendo no Blog do Josias.