Socorro! Beatles comunistas e fascismo de esquerda: doidos assumem a Cultura

“Acalmem-se! Sim,ele é louco, mas não será tão ruim assim. Afinal, somos uma democracia e temos uma constituição. A Constituição o deterá” (chamada de capa do jornal alemão CV-Zeitung de 2 de fevereiro de 1933, voltado à comunidade judaica, logo após a posse de Hitler).

***

Sob o comando do dramaturgo e diretor Roberto Alvim (quem? alguém já ouviu falar?), novo secretário da Cultura, agora homiziado no Ministério do Turismo, continua a “grande reforma” anunciada para trocar os atuais dirigentes pela fina flor do manicômio particular de Olavo de Carvalho.

De Richmond, na Virgínia, o autointitulado filósofo e youtuber, que nas horas vagas caça ursos e controla as áreas de Educação e Cultura do governo federal, orienta Alvim em sua guerra contra o “marxismo cultural”.

Para a presidência da Funarte (Fundação Nacional das Artes) o secretário da Cultura recrutou um certo maestro Dante Mantovani, também youtuber, que em suas redes

Continue lendo no Balaio do Kotscho.