PF prende faxineiro de escola militar por insinuar ataque contra Bolsonaro

A Polícia Federal cumpriu no domingo (1º.dez.2019) 2 mandados de busca e apreensão em Três Corações e Alfenas (MG) para apurar crime contra a segurança nacional.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

A ação visa aprofundar investigações contra 1 homem que foi detido na última 6ª feira (27.nov) por ter publicado, em rede social, fotos e vídeos de suposto plano para tentar assassinar o presidente Jair Bolsonaro.

Na data da prisão do suspeito, o presidente estava em visita oficial à ESA (Escola de Sargentos das Armas), de Três Corações, por ocasião de solenidade de formatura do Curso de Sargentos. O homem detido trabalhava como faxineiro terceirizado da instituição.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito, nas postagens, teria dito que, quando Bolsonaro chegasse ao batalhão, “iria acertar ele”. A investigação segue em segredo de Justiça.


Continue lendo no Poder 360.