Lula condenado novamente em 2ª instância

Por decisão unânime, o ex-presidente Lula teve a pena no caso do sítio de Atibaia elevada para 17 anos, um mês e dez dias pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Na primeira instância, em Curitiba, ele havia sido condenado a 12 anos, 11 meses de prisão. Os três desembargadores do TRF-4 entenderam que o líder petista recebeu a propriedade como propina para beneficiar as empreiteiras OAS e Odebrecht. A Defesa esperava que o processo voltasse para Curitiba com base numa decisão do STF…


Continue lendo no Canal Meio.