Efeito Chile leva Doria a decidir não elevar tarifa do metrô em 2020

O efeito Chile chegou a São Paulo. O governador do Estado, João Doria, decidiu que não vai reajustar a tarifa do metrô em 2020, que também é ano eleitoral.

Em reunião com a cúpula do metrô, Doria avaliou que aumentar o valor poderia resultar em manifestações contra o seu governo a exemplo das que estão acontecendo no Chile. A tarifa hoje está em R$ 4,30. Havia um desejo da área técnica de reajustar o preço para melhorar as contas do metrô.

A decisão de Doria deverá influenciar o que será acordado sobre o preço da passagem de ônibus na capital paulista e como Estados tratarão tema tão delicado.

Ouça a informação dada hoje no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Continue lendo no Blog do Kennedy.