Entrevista: ‘Negar e silenciar é confirmar o racismo’, diz Roger Machado

Vocês devem ter visto ou ao menos ouvido falar da entrevista coletiva de Roger Machado, técnico do Esporte Clube Bahia, no mês passado. A derrota por 2×0 para o Fluminense ficou em segundo plano depois da pergunta feita pela repórter Caroline Patatt, do canal FoxSports: ‘Queria que você falasse sobre a importância dessa campanha’, se referindo a iniciativa feita pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol, em que os dois únicos técnicos negros da Série A do Campeonato brasileiro se enfrentaram e entraram juntos em campo com uma camisa contra o racismo no esporte.

A resposta de Roger foi uma aula sobre racismo estrutural e institucional, como disse Caroline: “ele nos quebrou ao meio. Ninguém estava esperando”. Todos esperavam uma resposta protocolar, mas Roger dissecou o racismo dentro de um esporte que ainda não abre espaço para discussão política.

Roger e Marcão, técnico do Fluminense,

Continue lendo no The Intercept.