Bolsonaro acusa Witzel de manipular processo para incriminá-lo

Em um ataque frontal, o presidente Jair Bolsonaro acusou o governador fluminense Wilson Witzel de manipular as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco para implica-lo. Segundo o presidente, o delegado da Polícia Civil responsável pelo caso é ligado a Witzel. “Eu estava aqui”, afirmou referindo-se a Brasília. Ele voltou a negar que alguém em sua casa tivesse liberado a entrada de um dos suspeitos do crime em seu condomínio, no dia do assassinato. “E outra, nós pegamos…


Continue lendo no Canal Meio.