Nome de Bolsonaro envolvido no caso Marielle

Horas antes dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, um dos dois suspeitos do crime informou que pretendia visitar o presidente Jair Bolsonaro. Élcio de Queiroz informou ao porteiro do Condomínio Vivendas da Barra que pretendia ir à casa de número 58. É um dos dois imóveis do presidente — o outro é onde vive seu filho Carlos. O relógio marcava 17h10, em 14 de março de 2018. A informação está no livro registro da portaria. Em depoimento à polícia, o…


Continue lendo no Canal Meio.