STF suspende por 12 dias decisão sobre 2ª instância

O julgamento no STF que pode suspender a prisão nos casos de condenação em segunda instância seguiu ontem com mais três votos. Até agora, o placar está em 4 a 3 pela manutenção da regra, com Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barros e Luiz Fux defendendo que continue como está, enquanto Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski defendem que prisão só deve ocorrer após o último recurso à última instância. A grande dúvida era o voto de Rosa Weber — os outros…


Continue lendo no Canal Meio.