Segundo dia de protestos em Barcelona amplia crise do separatismo catalão após condenação de lideranças

Um dia depois da publicação da sentença do Tribunal Supremo contra os líderes dos procés [processo independentista da Catalunha], as forças independentistas visualizaram nesta terça-feira a divisão que arrastam há meses. Os partidos Junts per Catalunya e Esquerra Republicana vetaram a tentativa da CUP de entrar em consenso no Parlamento para dar uma resposta institucional à sentença na forma de resolução, de maneira que o presidente da Generalitat, Quim Torra, irá nesta quarta-feira à câmara para explicar seu posicionamento, mas nenhum texto conjunto de rejeição à sentença será votado.

Seguir leyendo.


Continue lendo no EL PAÍS Brasil.